sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

CPI DA PETROBRAS ? A CRIAÇÃO DE UMA COMISSÃO DA VERDADE SERIA MAIS PRÁTICO



CPI DA PETROBRAS ?

A CRIAÇÃO DE UMA COMISSÃO DA 

VERDADE SERIA MAIS PRÁTICO

Wladmir Coelho

O relator da CPI da Petrobras, deputado Luíz Sérgio PT- RJ,  defende a inclusão nas investigações do período Fernando Henrique Cardoso. Concordo. E ampliando envio, respeitosamente, uma sugestão ao ilustre relator: O retorno no tempo deve abranger todos os governos desde Getúlio Vargas.

Na realidade o governo precisa criar uma COMISSÃO DA VERDADE DA PETROBRÁS. Escrito desta forma com acento agudo como foi um dia.

Nesta Comissão os membros além do discurso policial – foco da CPI -  apresentariam um histórico da empresa apurando o seguinte: Como foi criada a Petrobrás? A Petrobras cumpriu seus objetivos? Em qual período a empresa distanciou-se de seus objetivos? Em qual governo a Petrobrás foi entregue ao mundo das especulações (vulgo mercado) ? Em quais governos o processo de privatização da Petrobrás foi aprofundado? Como retomar a Petrobrás para o povo brasileiro?

Conhecer a história da Petrobras para entender a sua função e importância para a economia nacional. Este conhecimento vai esclarecer, por exemplo, a contradição daqueles ditos defensores da empresa que buscam uma “salvação” no mercado, mas acusam outros de propagandistas da privatização exatamente por anunciarem a mesma opção mercadológica.

JOSÉ SERRA E O ESQUARTEJAMENTO DA PETROBRAS

O senador José Serra (PSDB-SP) voltou a defender o antigo sonho dos entreguistas de retalhar a Petrobras entregando as partes aos oligopólios.  Esta  proposta existe desde os anos de 1950 para atender aos interesses dos EUA que nunca admitiram a existência de uma empresa para garantir a segurança energética do Brasil.

MINISTRO DEFENDE CONTINUIDADE DOS LEILÕES

Enquanto isso o ministro Eduardo Braga – Minas e Energia -  declarou que o rebaixamento da nota da Petrobras por uma empresa de classificação de investimentos não significa o fim dos leilões do pré-sal. O ministro espera continuar a entrega do petróleo nacional aos interesses dos oligopólios com rebaixamento de nota e tudo.

O governo precisa assumir uma posição clara em relação a Petrobras. Enquanto a empresa continuar submetida ao mercado será fragilizada distante de sua origem. A Petrobras foi criada para garantir os meios necessários a criação de uma política energética nacional nenhuma relação com o pagamento de dividendos aos fundos internacionais de investimentos.  


EMPRESAS DE TRANSPORTE E PREÇO DO DIESEL

Um exemplo da importância de uma empresa nacional de petróleo foi o recente movimento das empresas de transporte que promoveram cercos reclamando, dentre outras situações, da alta no preço do diesel.

Nestas circunstâncias a Petrobras deveria atuar como executora da política nacional de combustíveis garantindo os preços diferenciados para o setor de transporte. Lembre-se: Adam Smith no século XVIII defendia o subsidio da energia. Vejam não estamos falando de Fidel Castro ou Hugo Chaves e sim do pai do liberalismo.

Com o predomínio da voracidade do mercado fica impossível estabelecer critérios, inclusive, em beneficio do empresariado. 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog