sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

FUNDOS PRIVADOS EM APUROS



FUNDOS PRIVADOS EM APUROS
PETROLÍFERAS DESVALORIZADAS NÃO PAGAM DIVIDENDOS

Wladmir Coelho

A queda no preço do petróleo apresenta diariamente as suas nefastas ramificações. A imprensa internacional revela o anuncio de prejuízos dos fundos privados de investimentos que aplicaram recursos adquirindo ações de empresas petrolíferas.

Um destes fundos a  Carlyle, por exemplo, investiu pesado na SandRidge Energy – uma empresa privada de exploração petrolífera – que perdeu  58% de seu valor. Grande prejuízo também experimenta o fundo Apollo que investiu na EP Energia cuja desvalorização atingiu 40%.

Os fatos acima revelam que está na hora da grande imprensa brasileira analisar com a seriedade devida a situação da Petrobras. Ao ler os jornais temos a sensação que o problema da petrolífera brasileira encontra-se resumido a indicação de um “nome do mercado” para a sua administração enquanto a realidade revela uma crise internacional.


A Petrobras não foi criada para disputar espaços no mercado sua função é garantir a auto suficiência nacional. Toda análise a respeito da empresa deve partir deste ponto. 

Um comentário:

GilsonSampaio disse...

Por acaso, tem-se notícias de que os muitos fundos dos velhinhos americanos estão processando a Arábia Saudita e o próprio E.U. por perdas?

Arquivo do blog